sábado, 8 de outubro de 2016

SARAU DO BINHO


Nascido em Taboão da Serra e foi criado no Campo Limpo, bairro da zona sul de São Paulo, carente de centros culturais. Sempre gostou de literatura, mas quando era mais jovem tinha que se deslocar para outros lugares em busca de bibliotecas.
Há quase vinte anos abriu o Bar do Binho, que hoje não funciona mais. A coisa mais bacana que acontecia por lá era a Noite da Vela, evento em que nos reuníamos para ouvir boa música em discos de vinil, sob luz bem baixinha. Apareciam umas 30 pessoas, e vez ou outra alguém resolvia recitar poesias.”
Aquele ambiente acolhedor, repleto de amigos, inspirava potenciais poetas. E não é que surgiram alguns? Em 2013 até lançaram um livro, o Sarau do Binho, que reúne poesias de 179 autores da região.
“Em 2004, a Noite da vela deu lugar ao Sarau do Binho, evento que acontece toda semana em escolas, praças e até em unidades do Sesc de bairros distantes da zona sul. Também já inventaram outras atividades itinerantes, como a Bicicloteca, que começou em Mongaguá, no litoral paulista. Era assim: uma bike adaptada repleta de livros rodava divulgando o sarau e distribuindo exemplares. Também já foram até Curitiba organizando saraus em várias cidades. E, detalhe, caminhando!
 “Meu sonho, atualmente, é morar fora de São Paulo, em um sítio, e fazer deste lugar um centro cultural. Se acho que o meu trabalho na capital vai acabar? Claro que não. A semente já está plantada!”

 http://projetodraft.com/o-homem-que-distribuia-livros-a-historia-de-binho-o-criador-da-bicicloteca/

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário