quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

RESENHA - ANTOLOGIA POÉTICA - CECÍLIA MEIRELES



SINOPSE

Publicada inicialmente em 1963, esta Antologia Poética revela um precioso auto-retrato de Cecília Meireles, pois, sendo sua primeira coletânea, foi também a única em que a própria autora selecionou todos os poemas.



RESENHA


Ah, estou suspirado com cada palavra lida.
Escolhi este livro, não, não escolhi essa obra. Foi ela quem me escolheu. Algum tempo ela figurava em minha estante, e dias atrás não resisti e li - ANTOLOGIA POÉTICA - CECÍLIA MEIRELES.


Um livro arrebatador, lindo e com a maresia do mar, com seu cheiro e sensações. Eu particularmente tive inúmeras reflexões com a obra, magnífica em cada escolha de versos, um sentimento aguçado e venenoso. Se fecharmos os olhos após a leitura de qualquer poesia, ouviremos a musicalidade viva nas palavras ali contidas. Outra peculiaridade és sobre o universo da poetisa, quer conhece - ló? Este livro é a porta para esse plano único e perfeito.
Parece enfadonho tentar explicar uma obra de tamanho valor com minhas sujas explicações...
Sei que esta Antologia tem poesias líricas, existenciais, de belezas físicas e invisíveis, o sentimento do eu e do nosso, até poesia histórica encontramos neste seleto, escolhido a dedo por esta excelente escritora.
Irei parar de escrever e trazer algo me toca.

" O pensamento e triste; o amor, insuficiente;
e eu quero sempre mais do que vem nos milagres
Deixo que a terra me sustente:
guardo o resto para mais tarde. "

Então, amados de alma, se você ainda tem dúvidas da grandeza poética desta obra, reafirmo: 
Leia sem medo e leia buscando o seu desenredo.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário