quinta-feira, 16 de março de 2017

Banheiro Público – Estação Capão Redondo

No terminal o que não sabia e agora é um fato que existe um banheiro na estação capão para se usar, no fundo do terminal onde se faz integração. Claro que não era aquela coisa limpa, mas estava melhor que muito, mas muitos que já usei.

Talvez tenha sido ele lembrado de passar um paninho com sabão, tivesse dado uma limpadinha já que era horário comercial. Vamos usá-lo; não estás tão ruim. Da liberdade as mulheres são senhores; o jeito certo de usar sem encostar-se a nada é o mestre delas; vão e vem, conforme sua necessidade.  Sê paciente.

Por que hão de ser mais limpos do que outros?

Não são muito de usá-lo, e pelo menos tem papel que não esteja no chão.Não há nada sob a vista que esteja horripilante para desistir de entrar. Todas que entraram não reclamaram de algo insatisfeito.

Sem ser provada, o local dura; calma é quem vive mantendo algo limpo de seus dejetos. Ao infeliz que não se importa e suja tudo como um animal na selva defecando em qualquer lugar não apareça mais. Por não teres modos que te faça ser civilizado é que me fazes essa pantomima; mas se chegasses a te ver em ação, tua paciência acabaria em nada.
Expresso-me por maneira tão clara, que pude sentir perfeitamente as pancadas, mas apesar disso, por maneira tão ambígua, que mal pude compreender o alcance.


Mas dize: não vem logo para este banheiro? Não quer deixar sua bexiga explodir não é?
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário