quarta-feira, 15 de março de 2017

RESENHA - FILME: A CURA




Assisti esse filme - A CURA!

Uma obra que me encantou com seu trailer sugestivo e de uma tensão psicológica elevada.
Depois da pesquisa inicial, descobri que o diretor Gore Verbinsk fez (Primeira trilogia Piratas do Caribe e o remake de O Chamado), acabei gostando mais ainda desta película. Um mistério estava por vir, será que o filme iria resgatar meu gosto por esse tipo de filme?

A narrativa acompanha um jovem socialmente arrogante e ambicioso Lockhart, que foi enviado por um empresa de Nova York para um local estranho(clínica) no meio da Europa para encontrar um dos seus líderes que acabará de enviar uma carta alegando que não voltaria mais. E como necessitavam da assinatura do seu chefe o jovem foi escalado para tal missão.

O filme tem como ponto forte o visual que é retratado com muito requinte e de uma beleza maravilhosa, além disso, se torna uma beleza que incomoda, uma limpeza e clareza que espanta, como se em toda luz, existe uma mancha de escuridão. 
Algumas cenas fazem estômago de pessoas fracas mergulhar em um esfera de vômito, e confesso que podemos até fechar ou virar os olhos para não vermos o que está acontecendo. 
O que acaba problematizando são mais de duas horas de filme que não serve para muita coisa, já que na metade do filme, entendemos a dinâmica da obra, acabamos nós perdemos da sintonia do filme pelo marasmo e repetição da busca do personagem central. Outra coisa que me causou estranhamento foi a sensação de que o filme vai acabar e ele não acaba. Por isso, e mais outros elementos exagerados, a vilania fica previsível e perdida. Enfim, pecou pelo excesso de climax, lembranças, vai e volta...
O final acaba sendo muito imaginativo, forçado. Como estamos falando de um filme, tudo é possível, até mesmo duvidar da nossa inteligência. 
Os bonzinhos vencem e o mal morre, e surge uma nova etapa na vida dos protagonistas.
Para finalizar, acredito que com temas como: Depressão, solidão e dor existencial, o filme poderia ter ido além... Quem sabe um final onde os olhos do mundo pudessem despir de tão maneira, desenterrando todos os segredos....
A CURA é um filme mediano e para quem tem muito saco para aguentar um bom tempo sentado na telona. 







Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário