sexta-feira, 7 de abril de 2017

BURNOUT



Impossível manter o celular desligado enquanto almoça? Só faz caminhada com fones de ouvido escutando as notícias?

Isso não é gerenciar seu tempo muito menos aproveitar seu dia ao máximo, ao contrário está perdendo o foco de si e isso pode ser uma porta de entrada para o estresse e sua versão mais grave BURNOUT.

Burnout vem do inglês que significa "queimar-se" ou "consumir-se pelo fogo". Foi utilizado pela fácil semelhança metafórica com o estado de exaustão emocional, o "estar consumido".

Quais profissões mais atingidas?
1.    Telemarketing;
2.    Enfermeiros;
3.    Professores;
4.    Policiais;
5.    Médicos;
6.    Bombeiros;
7.    Dentistas;
8.    Jornalistas.

Seus Sintomas são caracterizados por um esgotamento emocional, com diminuição e perdas de recursos emocionais. Despersonalização no trabalho, que consiste em atitudes negativas, insensibilidades ou cinismo para com outras. Sintomas físicos do estresse comum como cansaço e mal estar generalizado.

No ambiente de trabalho ocorre a falta de realização pessoal; Avaliação negativa do desempenho; Vazio Profissional; Sentimento de fracasso e insuficiência; Absenteísmo e baixo rendimento no trabalho; Impotência e baixa auto-estima.

Ainda encontramos irritabilidade, inquietude, falta de concentração, tendência á frustração, agressividade, fadiga crônica, freqüentes dores de cabeça, insônia, alergias, perda ou ganho excessivo de peso, dores musculares.
Para diagnosticar se um indivíduo sofre de estresse, os especialistas lançam mão de três métodos diferentes: autotestes, biofeedback e exames laboratoriais;

Os autotestes avaliam diferentes aspectos da personalidade do indivíduo;

A segunda técnica, conhecida como biofeedback, consiste na aplicação de sensores para medir processos fisiológicos

Exames laboratoriais são a terceira arma para diagnosticar o estresse.

O estresse não pode ser totalmente eliminado, mas é possível gerenciar os fatores geradores de estresse excessivo, aprender carregar energias e, assim , prevenir ou eliminar a Burnout.

O tratamento inclui o uso de antidepressivo e psicoterapia. Atividade física regular e exercícios de relaxamento também ajudam a controlar os sintomas.

Recomendações e não use desculpas, pratique exercícios, drogas não ajudam a resolver seus problemas, faça uma avaliação das condições de trabalho que interfere na qualidade de vida. Avalie possibilidades para atividades diárias e profissionais, desligue o piloto automático e tenha consciência do cotidiano.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário