segunda-feira, 8 de maio de 2017

AMOR NA POESIA



 A poesia, uma dama perdida...
Um acalento dos olhos,
Um brilho insurgido
Com gritos colaterais!
A nascente do alma.
Palavras com tons agressivos

Vindo das entranhas, viscerais!
A poesia, um amor
Amor do dia,
Amor da noite
Amor até na dor.

A poesia é a poesia.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário