sexta-feira, 26 de maio de 2017

RESENHA - cartas a um jovem poeta


Um presente. uma obra riquíssima. Tenho dois grandes motivos para exaltar essa obra máxima sobre a poesia.
Primeiro, devido ter ganhado essas palavras distantes da minha alma de um coração puro. Segundo, por fazer algum tempo que um livro me tocasse a fundo como esse tocou - me. Uma elegia para minha existência.
Cartas a um jovem poeta é um livro incrível. Rainer Maria Rilke recebe uma carta de um jovem aspirante a transcendentalidade poética Franz Kappuz, após essa premissa, inicia - se um fluxo de correspondências entre esses dois seres livres. 

Rilke em "Cartas a um jovem poeta" responde o jovem poeta sobre as mais diversas formas da vida em vida e da arte criadora.
Este livro é de fácil manejo, nossa alma abre o portão do nosso leito, esperando beber desta fonte. Em um dia, podemos finalizar sua leitura. Uma vida em poesia, ou poesia em vida, não importa. Encontramos em cada carta um aprendizado essencial para nossa sobrevivência e resistência para levantarmos e caminharmos diariamente.
Depois de ler essas dez cartas, seu encontro com a sensibilidade de Rainer Maria Rilke é indescritível, recomenda - se apenas fechar os olhos e sentir seu corpo estremecer de paixão.
Creio eu que ler esse livro me fez apaixonar mais ainda pela vida. Pelo amor fraterno. Por buscar novas maneiras de levar a poesia por esse mundo.
Não vamos esquecer que esta obra tem uma força avassaladora de dar um início aos iniciantes das letras e claro, da própria chama. Boa leitura!





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário