quarta-feira, 26 de julho de 2017

O Ato de Dançar



A dança é como falar com o corpo, uma forma de se comunicar com o mundo e consigo mesmo, pois a dança proporciona uma sensibilidade muito aguçada para alma e espírito liberando constantemente energias para o mundo exterior.

Com movimentos simples ou elaborados, não importa, o ato de movimentar-se e expressar através do corpo trás o autoconhecimento e assimilações internalizadas, pois a dança em si agrega caminhos para dentro de si.

Cada gesto e uma história, cada seqüência um percurso, onde o ser se liberta e liberta a alma para o mundo próprio expandido.

A dança vista como hoje não está apenas para algo exterior como o corpo, agregando seus componentes de atração e um ideal físico, pois dançar libera focas e ajuda na regulação do humor...

ENTÃO PORQUE NÃO DANÇAR???

Liberar todas as energias e expandir o amor próprio de forma extremamente prazerosa, equilibrando o biopsicossocial e aumentando a auto-estima.

Dançamos mesmo quando não pensamos em dançar, um estilo de andar já pode ser uma dança, um movimento amplo com gesticulações expressando emoções é uma dança.

Viver no mundo limitado com visões fixas sem ondulações nos torna duros na vida, como robôs e isso vem sempre ampliando em todos os aspectos.

A dança é sua e vem dentro do ser, não precisar ter uma métrica ou ordem, apenas o sentir, não precisar fazer sentido, porque o sentido não existe, é apenas uma limitação que se impões para morrer mais rápido na vida e não viver plenamente.

Não dê mais razão a tudo, o se soltar faz parte de dançar, mesmo que mínimo.


A dança vem de muito antes da palavra como forma de comunicação, então se liberte mais de si e aproveite enquanto ainda é um ser humano vivo para se expressar.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário